Voltar ao site

Carta Aberta em defesa do retorno às aulas presenciais em 2022.1 com condições sanitárias

· Notícias

A SINDUECE, seção sindical que representa docentes da Universidade Estadual do Ceará (UECE), conforme deliberação da Assembleia Docente ocorrida em 24 de janeiro deste ano, vem a público se manifestar em defesa do retorno às aulas presenciais na UECE a partir do semestre 2022.1, previsto para iniciar no dia 7 de março do presente ano. Na mesma oportunidade, apresenta um conjunto de condições sanitárias necessárias para que a nova dinâmica presencial ocorra de forma segura para discentes e servidores/as da instituição nos diferentes campi em que está situada.

Vale lembrar que a discussão sobre as condições da Universidade para o retorno das atividades presenciais tem sido feita pela base da SINDUECE desde o ano passado, tendo a Diretoria da entidade promovido dois ciclos de plenárias online, entre julho e agosto de 2021, com docentes e discentes de todos os centros e as faculdades da UECE existentes no Estado.

Com o atual cenário epidemiológico, que difere do anteriormente analisado pelo avanço da aplicação da vacina em adultos e jovens, incluindo professores/as, estudantes e técnico-administrativos/as, o novo desafio da exigência do passaporte de vacinação se soma aos antigos obstáculos para conter a disseminação dos vírus.

O presente momento de aumento dos casos de influenza e da Covid-19 evidencia a urgência na execução de estratégias pelo Governo do Estado e pela Administração Superior da Universidade a fim de que a dinâmica nas salas de aula e de mobilidade até os campi no Interior não represente risco à comunidade acadêmica. Por isso, é fundamental que o retorno presencial esteja condicionado à retração do índice de contágio, cuja perspectiva é estimada por especialistas para o final do mês de fevereiro.

Dessa forma, a SINDUECE se posiciona de forma favorável ao retorno presencial das aulas a partir do semestre 2022.1 com garantia de:

1- Manutenção do calendário acadêmico com início em 7 de março de 2022, resguardando possibilidade de reavaliação da situação epidemiológica e, em caso de inviabilidade de retorno presencial com segurança no início de março, que este mês seja dedicado à promoção de semanas pedagógicas e de integração, seminários de formação e outras atividades definidas por colegiados de curso, desde que realizadas de forma remota;

2- Exigência, no ato na matrícula, de comprovante de vacinação a todos/as os/as estudantes, bem como a todos/as os/as servidores/as docentes e técnico-administrativos/as;

3- Obrigatoriedade de uso de máscaras N95 ou PFF2 nas dependências dos campi, destacando-se que estas devem ser disponibilizadas pela Administração Superior da UECE a todos/as os/as servidores/as docentes e técnico-administrativos/as e estudantes;

4- Realização de testagem regular em todos os campi da Universidade, com periodicidade semanal, de modo a identificar e isolar em tempo hábil os casos positivos;

5- Reorganização/reformas de espaços físicos a partir das demandas de cada campus e oferta de álcool em gel em todos os campi;

6- Negociação com gestores municipais e Estadual para assegurar disponibilidade de transporte adequado a estudantes, notadamente nos campi do interior do Estado;

7- Atendimento integral às orientações do protocolo construído pelo Grupo de Trabalho de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus da UECE.

 

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK